segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Brincando com a matemática





" Cabe ao educador partir das situações do quotidiano para apoiar o desenvolvimento do pensamento lógico matemático, intencionalizando momentos de consolidação e sistematização de noções matemáticas"

In: Orientações Curriculares para a Educação Pré Escolar - pag.73

De acordo com o que é referido nas Orientações Curriculares, é necessário, para haver um ambiente de aprendizagem satisfatório, seja em que domínio for, que se respeitem fundamentos como por exemplo o desenvolvimento e aprendizagem como vertentes indissociáveis, o reconhecimento da criança como sujeito do processo educativo, a construção articulada do saber e a exigência de resposta a todas as crianças.

Estes fundamentos são claros no que diz respeito à criança como sujeito activo na construção da sua compreensão matemática. Deste modo, “as crianças devem ter oportunidade de explorar tarefas onde possam inventar, conjecturar e resolver problemas, comunicando aos outros as suas estratégias de resolução” pois “as novas informações são incorporadas nos seus modelos, levando-as a reformular conceitos e a modificar as suas próprias idéias matemáticas” (Moreira & Oliveira,2004, p.27).

Para que saiba classificar, é necessário que a criança seja capaz de incluir um objecto num determinado conjunto, tendo em conta determinadas propriedades. Para que isso aconteça, a criança tem de conseguir identificar propriedades nos objectos que a rodeiam. É essencial que tome consciência de que, por vezes, é possível classificar de diferentes formas, de acordo com as propriedades.

A classificação é fundamental para a formação de conjuntos, ou seja, no agrupamento de objectos de acordo com um critério como por exemplo a cor, a forma, a utilidade, reconhecendo assim semelhanças e diferenças de modo a estabelecer relações de pertença entre diferentes objectos e as propriedades identificadas.

As crianças reconhecem e discriminam de forma espontânea pequenos números de objectos. Com efeito, classificar o ambiente que a rodeia é algo que aprende a fazer desde que nasce, pois todos os sistemas culturais, de várias maneiras, segmentam o mundo em categorias de objectos e de pessoas.

Um comentário:

Maria da Luz Borges disse...

Fantásticos os vossos trabalhos!
Bjs
Luz e e estrelinhas